Fiuza responde…

Em sua coluna no site “NoMínimo” ao qual olho de vez em quando, ele responde a um comentário bastante agressivo com tanta… hm, como posso dizer? CLASSE eu acho que é a melhor palavra… que eu fui obrigado a saber do que eles estavam falando. Li também o post logo abaixo, onde ele manda um recado para a família daquele garoto que morreu arrastado por um carro no Rio de Janeiro durante um assalto.

Não vou claro, reproduzir o artigo por inteiro… mas apenas a sua última frase, que diz tudo sobre o assunto

O Maracanã cantou junto para João. A revolução é por aí. Deixem Brasília para lá.”

Isso quer dizer muito mais coisas do que realmente diz (não necessariamente proposital por parte do autor).

A revolução realmente não está em Brasília e nem nunca estará. Lá está apenas a cultura engessada dos políticos do voto-de-cabresto do pós-ditadura.

E aí? qual vai ser? estamos em maioria… será que eles encaram?

Anúncios