Lendo o título a galera já fica imaginando “o que será que esse cara inventou agora?”. Não é invenção não… portabilidade numérica é, no caso, você poder mudar de operadora telefônica sem mudar o número do telefone.

Já pensou que legal? Sem mais essa de ficar avisando Deus e o mundo que você mudou o seu número de telefone fixo (ué, se o telefone é fixo, nada mais justo do que o número ser fixo, já que o aparelho em si o cara move à vontade).

Então, parece que a Anatel voltou de férias e começou o ano de 2007 com a decisão de que todas as teles deveriam fornecer a tal da Portabilidade Numérica até 2009 (by Diário Oficial).

Diz na Info que a agência reguladora revelou que um grupo de capitais vai ter o serviço pronto em até 16 meses (muito antes do prazo). Sinceramente, se eu tivesse que apostar em alguma das teles como responsável por essa façanha eu diria que vai ser a GVT.

Por que? Bem, a GVT é a tele responsável pelas últimas mudanças inovadoras expressivas na telefonia brasileira. Foi a primeira a oferecer uma banda larga telefônica decente. Também foi a primeira a fazer o plano por minutos, que depois foi copiado pela Brasil Telecom na cara-de-pau.

Enfim… é aquela velha história… o neto é muito mais inventivo que o avô 😉

Mas o que interessa: eu quero saber mesmo é quando chegará a Portabilidade de ID’s na internet. Quando eu terei uma identidade fixa que vai me permitir logar em qualquer site com o mesmo login e senha, sem ter que ficar preenchendo esses dados repetitivos. E tem outra: eu deveria ter o direito de manter meu endereço de IM, não importando se eu uso YIM, MSN, Jabber ou GTalk…. boa idéia né?

Vou patentear: portabilidade de identificação eletrônica

:p

Anúncios