Para os fãs dos games, nenhuma notícia poderia ser melhor do que a proximidade do lançamento do novo jogo da Rockstar North, famosa pela série Grand Theft Auto (GTA) que vem criando controvérsia desde sua primeira versão.

Hoje em sua 7ª versão, depois de passar por intensas mudanças até chegar a fórmula atual, o jogo promete. Não apenas por seus gráficos elaborados e ambientes detalhados, mas também a física do jogo, a história e as atuações de voz prometem. Isso tudo sem perder o estilo que fez sucesso nas versões anteriores.

Euphoria – novidades no core

A nova tecnologia Euphoria permite uma interação muito melhor entre os objetos, personagens e cenário, abrindo um mundo de possibilidades para os jogadores e também incrementando a experiência de jogo com cenas mais realistas. Além da presença no GTA IV, a tecnologia está presente em pelo menos dois próximos grandes títulos: Star Wars: The Force Unleashed e Indiana Jones, ambos da LucasArts.

Controvéria e fama

A controvérsia em torno do GTA já foi grande no Brasil e no mundo, quando chegou a ser proibido de vender. Em entrevista para a revista americana EGM, Sam Houser (Presidente da Rockstar North) reforça a idéia de que o jogo é voltado para adultos, rebatendo as críticas da mídia americana. Lembrando que a seu lado está alguém com muita bagagem na defesa de conteúdo livre, Strauss Zelnick, que trabalhou na BMG defendendo letras de rap nos anos 90 e hoje é Presidente da Take-Two (empresa de onde surgiu a Rockstar North).

Apesar de todo o rebuliço, o jogo continua sendo um dos mais jogados e adorados por todo o mundo.

História

Depois de estar na pele de Carl Johnson na conturbada Los Santos, ambientada nos anos 90, com direito a uma “re-encenação” dos “LA Riots“, você sera Nikko Bellic, um imigrante do leste europeu tentando a vida em Liberty City, praticamente um remake de Nova York, como é comum na série GTA.

Entre diversas novidades, algumas se destacam. O jogo que em sua última versão (San Andreas) focava na liberdade de “customizar” seu personagem com roupas, acessórios, cortes de cabelo, evolução de habilidades e por aí vai; agora será focada no relacionamento entre os personagens, uma abordagem que com certeza vai render boas críticas da mídia especializada.

Através de um telefone celular no jogo, você poderá entrar em contato com os NPC’s (non-player character) e fazer atividades mundanas (se embebedar, por exemplo) ou missões secundárias, presentes desde as primeiras versões do jogo. Isso demonstra uma evolução não só na Inteligência Artificial de GTA IV, mas também uma evolução nos conceitos de jogo, melhorando o que já era um exemplo para os jogos de mundo livre (esses em que você pode andar pela cidade e fazer praticamente qualquer coisa, como Elder Scrolls, Scarface, MAFIA e Godfather, por exemplo, que seguiram a tendência de sucesso da Rockstar.

Se fosse só isso seria bom, mas é mais ainda. Nos últimos dias os sites de games começaram a exibir reviews sobre a demonstração do modo Multyplayer. Segundo a equipe do GameSpot.com, o celular no jogo terá a função também de contactar seus amigos on-line através das redes do Playstation 3 e XBOX 360. Com isso você poderá criar ou participar de salas com diversos modos de jogo, desde Team Deathmatch (dois times combatem pelas ruas da cidade em busca de melhor pontuação), corrida (com ou sem tiros), e ainda o mais esperado recurso: modo cooperativo para que você possa concluir missões com seus amigos on-line.

Este é apenas o começo, pois o jogo ainda está para ser lançado e novos vídeos e novidades surgem todos os dias. Como grande fã da série me sinto na obrigação de dizer que este é um dos jogos que merecem ser jogados, é muito melhor que um filme, garanto.

Opiniões, sugestões, notícias, fiquem à vontade, a casa é sua.

Anúncios